google.com, pub-9220015119816999, DIRECT, f08c47fec0942fa0
 

Como ter mais Empatia no dia-a-dia – Katia Di Giaimo

Atualizado: 9 de Out de 2020

COMO TER MAIS EMPATIA NO DIA-A-DIA

Dicas para aqueles que não percebem o outro como alguém com sentimentos e experiências de vida, principalmente com o crescimento de ideias desumanas ou regidas pelo dinheiro. Para aqueles que só percebem a si mesmos ou que buscam uma maior compreensão.

Nesta ilustração, demonstram que podemos aprender a empatia…


Mas será que Empatia é possível de ser “aprendida”?


Você concorda?


No geral pode-se notar uma empatia aqui e acolá, realmente é possível dependendo do grau de afinidade ou até mesmo sem nenhuma afinidade e dependendo das circunstâncias e pessoas envolvidas.


Mas ter simpatia ou empatia de vez em quando, não é SER empata.


Ser Empata, Sensitivo e Esponja, acredito que não, já nascemos assim com este olhar que se prende a tudo e a todos e se condói com as situações das pessoas, animais e locais.


Se o mundo aprender a ser mais empático, melhores energias teremos a nossa volta.


Imaginem algumas pessoas com empatia:


um presidente da república: o povo estaria salvo;


políticos em geral: teríamos leis que nos protegeriam de fato;


médicos: seríamos diagnosticados com amor pela dor que estamos sofrendo;


funcionários públicos: teríamos um atendimento melhor com respeito e também respeitaríamos mais.


advogados: se colocariam de fato na questão daquele que o contratou, não pensando apenas no lucro financeiro.


Comerciantes e os compradores também (já viram alguém sendo grosseiro com um atendente?), são infinitas possibilidades de amor e respeito ao outro;


E por aí vai, poderia citar inúmeros casos…


Fica a dica para aqueles que querem exercitar um pouquinho esse dom nato que só os Empatas tem.


A empatia é uma forma de olhar o outro como se estivéssemos em seu lugar, não fazer ao outro aquilo que não gostaríamos que fizessem com a gente.


Essa é a maior lei, o maior mandamento.


Enquanto isso vamos ensinamos o mundo a ser mais empáticos, que tal?



Fonte: QuatroV

12 visualizações0 comentário