Empatas sabotam relacionamentos

Atualizado: Out 9

Será mesmo que o Empata sabota um relacionamento?


Fico aqui a pensar, temos em nossas mãos algumas chaves que abrem portas para o sentimentos de outras pessoas, mas para nos sabotar, precisamos estar no lado muito negativo do ser Empata.


Que existe um certo altruísmo de nossa parte em favor daqueles a quem amamos, isso é fato….mas será que todas as pessoas não fazem o mesmo para ter uma vida mais tranquila, normal?


Evitar conflitos, lógico que evitamos sempre que podemos.

Pense comigo, uma pessoa “comum” ela já evita confrontos, brigas….


O empata não será doido de entrar em confusões porque sabe do enorme desgaste energético que terá que passar, então saber antecipadamente pode ser uma excelente ferramenta que temos em mãos para modificar futuros conflitos.

Nos mundos da ficção científica e fantasia, os empatas ficcionais têm a capacidade de detectar os sentimentos dos outros. E muitas vezes suas descobertas são, sem falhas, factuais. Nesse sentido, a empatia é mais cortada e seca.


Mas no mundo real, a empatia não é uma superpotência. É uma resposta condicionada baseada em uma vida inteira de tentar atender às necessidades percebidas dos outros, muitas vezes para obter aprovação.


Os empáticos não-ficcionais têm um bom senso sobre o que alguém está sentindo, e muitas vezes estão corretos, mas quando além do chamado do dever, se deparam com problemas.


Aqui estão 4 formas através das quais os empatas sabotam seus relacionamentos:


1.Eles comprometem limites (sem que alguém peça)


Empatas têm uma crença inata de que têm que se sacrificar constantemente para serem amados. O empata vai abrir mão de liberdades pessoais e limites de compromisso, a fim de apaziguar a outra pessoa, mesmo que ela não tenha pedido nada. Com o tempo, isso acumula ressentimento, e tudo é baseado em uma expectativa que o empata colocou sobre si mesmo.


2.Eles se esquecem


Em nome do altruísmo, o empata se envolverá no bem-estar de seu parceiro. Ele vai abandonar seus amigos, hobbies e todas as pequenas coisas que os tornam quem ele é, a fim de cuidar de outra pessoa. Eventualmente, isso levará o empata a se sentir negligenciado, e como ele não expressa suas necessidades, seu parceiro não saberá como amá-lo.

3.Eles falam em nome de seus parceiros


Como empatas têm uma compreensão aguda de seus parceiros, eles muitas vezes sentem a necessidade de falar por eles. Esse comportamento tira a autonomia de seu parceiro. Este padrão, também, irá acumular ressentimento, porque caberá sempre ao empata o cansativo trabalho de atender às necessidades da outra pessoa. Mas este trabalho é autoatribuído, e fazer isso ensina a outra parte que ela não tem que expressar suas necessidades, porque alguém está lá para fazer isso por ela.

4.Eles pensam em nome de seus parceiros


Empatas têm ambos os lados de brigas e discussões difíceis dentro de suas cabeças. E muitas vezes, o empata resolverá o conflito por si mesmo, mas isso é injusto para com a outra parte. Ela não tem ideia de que algum conflito ocorreu, em primeiro lugar. Empatas precisam permitir que seus parceiros expressem suas próprias opiniões. É uma mão de duas vias e empatas, por melhores que sejam suas intenções, precisam aprender a ficar em seu canto.


Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: David Wolfe

6 visualizações
FALE COM A KATIA!

contato@empatas.com.br 

© 2020 por Katia Di Giaimo. Empaticos, Mediunidade, Empata, Empatas, Medium Esponja - Agência Uru