Quando sentir energia ruim, não tenha medo. Reaja – Por Zibia Gasparetto

Atualizado: Ago 26

Se você for uma pessoa sensível, já deve ter registrado a quantidade de energias negativas que estão à nossa volta. Elas nos envolvem de repente, provocando mal-estar, tendo ou não conhecimento do assunto. Os sintomas se repetem: corpo pesado, arrepios, sudorese, enjoo, sensação de desmaio, impressões penosas, medo de um perigo iminente e da morte.

O médico informa que você não tem nenhuma doença física. Essa certeza acalma, renova sua confiança na saúde mas não impede que esse mal-estar apareça de novo. Trata-se de um fenômeno natural e quem deseja evitá-lo precisa aprender a lidar com ele.

Muitos recorrem à ajuda dos grupos de terapia, aos centros espíritas. A sabedoria popular já troca informações sobre as causas dessa captação energética e os diversos meios de minimizá-la. Todos esses recursos são úteis de alguma forma, mas o que garante um sucesso maior é a educação do seu emocional, cujos pontos fracos atraem naturalmente energias afins.

As turbulências do mundo moderno, forçando mudanças na sociedade, acelerando o progresso tecnológico, encurtou distâncias, apressou o contato entre os países, que foram forçados a encarar suas diferenças culturais. A resistência de alguns torna difícil manter a paz. As guerras continuam ensanguentando o mundo.

O espírito de Lucius, meu amigo espiritual, conta que apesar do tempo decorrido, os hospitais do astral estão repletos de espíritos que viveram os horrores das guerras, carregando sequelas que apesar do tratamento ainda não conseguiram se recuperar.

É preciso lembrar que uma guerra mundial, onde os bombardeios constantes ameaçam a população civil, induz ao imediatismo, faz com que as pessoas vivam com mais intensidade. Com homens na guerra, as mulheres foram obrigadas a assumir o trabalho deles e libertar-se dos conceitos antigos. A revolução dos costumes quebrou tabus, mudou conceitos. A hipocrisia da sociedade foi revelada e muitos perderam a noção do bem e se afundaram nos exageros, resvalando para hábitos destrutivos. Hoje, colhem o resultado de suas escolhas, tanto no astral como na Terra.

Quem está sofrendo emite energias dolorosas onde quer que esteja. No astral ou na crosta terrestre, há espíritos vingativos, interferindo na vida das pessoas. Mas eles só atingem os que estão no negativismo. Quando sentir energia ruim, não tenha medo. Reaja. Reveja um momento de felicidade que teve, sinta sua alegria. Não dê força à maldade, fique no bem. Essa energia ruim não é sua. Mande-a embora com firmeza. Insista e sentirá alívio. Vacine-se contra esse mal. Você pode.

Zibia Gasparetto é escritora espiritualista

Fonte: http://odia.ig.com.br/portal/cienciaesaude/zibia-gasparetto-quando-sentir-energia-ruim-n%C3%A3o-tenha-medo-reaja-1.402735

1 visualização
FALE COM A KATIA!

contato@empatas.com.br  - © 2020 por Katia Di Giaimo. Agência Uru